CIAPS

CIAPS – Centro Integrado de Atendimento Psicossocial

 

Apresentação A Defensoria Pública do Estado de Sergipe é Instituição essencial à função Jurisdicional do Estado, responsável pela orientação jurídica e a defesa, em todos os graus do cidadão, na forma preconizada no art. 134 da Constituição Federal, na Lei Complementar Federal nº. 132, de 07 de outubro de 2009 e pela Lei Complementar Estadual nº. 183, de 31 de março de 2010.

 

O papel da Defensoria Pública vem se afirmado como um serviço indispensável para o povo brasileiro no exercício de cidadania e consolidação do estado democrático de direito. Esta consideração é reforçada pelo processo de estruturação e ampliação de suas funções, e dentre elas está o serviço assistência psicológica e social gratuita para seus usuários.

 

O Centro Integrado de Atendimento Psicossocial da Defensoria Pública do Estado de Sergipe – CIAPS tem como objetivo a normatização do serviço de atendimento psicossocial para os cidadãos que têm suas ações iniciadas ou em trâmite na Defensoria Pública do Estado e seus Núcleos de Atendimentos Especializados. Desta forma, pensamos num atendimento interdisciplinar, que busca a análise das demandas numa totalidade, através de uma dinâmica de funcionamento, que propõe acessibilidade e respeito.

 

 

Atividades realizadas pelo CIAPS

 

Realizar pericias psicológicas e sociais, inclusive admissionais;

 

Elaborar e analisar laudos técnicos, pareceres, relatórios e outros documentos, relacionados aos processos judiciais e administrativos da área de suas competências, estabelecidas pela Defensoria Pública;

 

Promover atendimentos terapêuticos (consultório) ao público interno e aos assistidos, de acordo com as orientações existentes;

 

Realizar palestras;

 

Atuar em audiências de Mediação e Conciliação com equipe interdisciplinar;

 

Planejar e realizar análises de trabalhos, para descrição dos comportamentos requeridos no desempenho de cargo e funções;

 

Planejar, executar e acompanhar dos processos de recrutamento e seleção de pessoal, de avaliação de desempenho funcional e de programas voltados à capacitação e ao desenvolvimento dos servidores da Instituição;

 

Atuar em processos administrativos e judiciais como assistente técnico, por determinação do Juízo ou do Defensor Público;

 

Participar de eventos externos e reuniões técnicas quando determinado pela autoridade competente;

 

Assessorar tecnicamente comissões, grupos e equipes de trabalho constituídas pela autoridade competente.

 

Prestar serviços de âmbito psicológico e social para indivíduos e grupos, identificando e analisando problemas e necessidades materiais, psíquicas e de outra ordem, e promover a integração ou reintegração dessas pessoas à sociedade;

 

Realizar visitas domiciliares para coleta de dados situacionais;

 

Realização de coleta de sangue para exames de DNA;

 

Emissão de segundas vias de Certidões de: Nascimento, Casamento e de Óbito;

 

Solicitação de: Declaração de Nascido Vivo (DNV), Ficha Onomástica (Instituto de Identificação), Certidão de Inteiro Teor;

 

Realização de estudo socioeconômico

 

Emissão de Termo de Reconhecimento Voluntário de Paternidade.

Expresso Livre

?
image6618