Defensoria Pública repudia atos antidemocráticos em Brasília

10 de janeiro de 2023

Defensoria Pública repudia atos antidemocráticos em Brasília

 

A Defensoria Pública do Estado participou, juntamente com as instituições que fazem parte do sistema de justiça, de Ato em Defesa da Democracia, realizado no final da tarde de hoje (10), no Plenário da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe.

 

O ato é um símbolo da reação às manifestações antidemocráticas realizadas no último domingo (8), em Brasília, as quais culminaram com a invasão das sedes dos três poderes da República e reforça a necessidade de compromisso social com a democracia.

 

O Defensor Público-Geral, Vinícius Menezes Barreto, disse que é preciso respeitar a Constituição e as instituições. “A invasão aos três poderes e os atos de vandalismo durante as manifestações são bárbaros e incompatíveis com qualquer civilidade. As Defensorias Públicas não coadunam com tamanha violência e intimidação e se solidarizam com os três poderes e o povo brasileiro, reforçando o compromisso de atuar, como instrumento democrático, de forma assertiva contra qualquer atitude que coloque em xeque a estabilidade democrática do país”, pontuou.

 

“É importante que a gente consiga mostrar, reunindo as principais instituições, especialmente as que compõem o sistema do poder judiciário, que estamos juntos em defesa da Constituição Federal e, acima de tudo, do Estado Democrático de Direito”, afirma o presidente da OAB/SE, Danniel Costa.

 

O procurador-geral do MPE, Manoel Cabral Machado Neto, reafirmou, também, a força das instituições em defesa da democracia. “De fato, temos que aplicar todo ímpeto para superar esse momento difícil e restabelecer a democracia, não apenas o arbítrio”, reforça.

 

O presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, Edson Ulisses, frisou que o Brasil é uma democracia consolidada, mas que “é preciso resgatar essa cidadania tão machucada nesse país”, disse.

 

Por Débora Matos 

Fotos: Cleverton Ribeiro

 

Expresso Livre

?
e-doc

image_print
Tamanho da Fonte