Projeto “Ser Pai é Legal”

Projeto “Ser Pai é Legal”

 

A Defensoria pública do Estado de Sergipe lançou o projeto “Ser pai é legal”. O principal objetivo é oferecer ao cidadão hipossuficiente a possibilidade de realizar exame de DNA gratuitamente e, posteriormente, o reconhecimento da paternidade.

 

O projeto faz um culto às relações afetivas, ou seja, quando a pessoa toma a iniciativa de reconhecer espontaneamente o suposto filho, traçando e unindo laços. O projeto é destinado às pessoas que buscam voluntariamente o reconhecimento de paternidade de forma consensual, diminuindo as demandas judiciais.

 

Ao todo, são realizados 500 exames, sendo desses 450 na modalidade trio (suposto pai, mãe e suposto filho) e 50 na modalidade duo (suposto pai e suposto filho).

 

O atendimento para marcação dos exames é de segunda as sextas-feiras das 8h às 17h, no Núcleo de Primeiro Atendimento localizado na Central de Atendimento Defensora Diva Costa Lima, com sede na Travessa João Francisco da Silveira, 94, Bairro Centro. Serão necessários os documentos originais de carteira de identidade, comprovante de residência, Certidão de Nascimento ou Certidão de Nascido Vivo (CNV).

 

ATUAÇÃO:

Defensoria Pública já beneficiou mais de 300 famílias com o projeto “Ser Pai é Legal” 

 

 

Expresso Livre

?
e-doc

Tamanho da Fonte